Aconteceu no Centro de Pastoral Diocesano nos das 19 e 20 de novembro, a 34ª Assembleia Diocesana de Pastoral tendo como participantes leigos coordenadores de pastorais, grupos, movimentos e serviços, seminaristas, diáconos e padres das 33 paróquias da diocese de Itabuna.

O Bispo Diocesano Dom Carlos Alberto dos Santos acolheu a todos os participantes dando início a esse momento especial de nossa Igreja particular que teve como tema para este ano: Vocação, graça e missão e como lema: “Corações ardentes, pés a caminho”(Lc 24, 32-33). Dando continuidade, o padre Diego Americano, coordenador diocesano de pastoral, convidou o Padre Adriano Fernandes (Paróquia N. Sra. da Conceição) para expor aos participantes sobre o tema: Jesus forma seus discípulos para serem enviados. “A vocação é um chamado e para todo chamado exige-se uma resposta, seja ela sim ou não. Nenhuma vocação pode ter apenas o chamado sem resposta e quando Jesus o chama, o faz pelo nome que é único e pessoal. O indivíduo muda o seu comportamento para seguir a Jesus de forma verdadeira. A voz de Jesus continua a atrair a todos a Ele e basta que estejamos abertos para isso.” Concluiu o padre Adriano.

Já o coordenador diocesano de pastoral, o padre Diego Americano apresentou aos presentes o Plano Pastoral Diocesano e, após um momento de discussão e entendimentos, por decisão da assembleia reunida, a diocese irá priorizar a missão no ano de 2023 através do serviço do pilar da caridade.

“Pastoral urbana num momento pós pandemia” foi o tema destinado ao Pe. Almir Divieso Roman, SAC (Paróquia São Sebastião – Mascote) que em sua explanação trouxe verdades acerca do tempo pandêmico e dificuldades experimentadas por todos, entretanto, enfatizou a necessidade do amor ao próximo para superar e continuar o processo evangelístico. A necessidade da descoberta de que a caridade não está limitada apenas a um ato, mas uma experiência contínua de amor daquele que contempla o Cristo crucificado.

Dando sequência o Padre Vinicius Mascarenhas, coordenador da equipe de relatoria do Sínodo, apresentou o relatório finalizado, que foi a síntese do material colhido em todas as 33 paróquias desta diocese e que posteriormente foi enviado à CNNB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que dando sequência encaminhará para a Santa Sé, no Vaticano. Logo após Padre Diego Americano apresentou o Calendário Diocesano das atividades que serão realizadas no ano de 2023.

Nesta assembleia o padre Acássio Alves fez uso da palavra para trazer a todos uma ótima notícia acerca da ETEL – Escola de Teologia para Leigos João Paulo II que passará a ser chamada de Faculdade Católica de Itabuna, fruto de uma parceria com o Centro Universitário Claretiano, de tal forma que o curso de Teologia passará a ter o reconhecimento do MEC – Ministério da Educação e Cultura, portanto, ao final do curso o aluno receberá o diploma de curso superior em Teologia. Os interessados já podem manter contato através do número (73) 98152-0906 para dúvidas e esclarecimentos.

Ao final da 34ª Assembleia Diocesana, o Bispo Diocesano Dom Carlos Alberto falou sobre o evento e sua importância para a nossa igreja – “A assembleia é um momento em que todos juntos, clero e leigos, promovem o crescimento e aprimoramento das ações de nossa igreja em nossa Diocese, podendo assim juntos caminharmos de forma correta o caminho para Deus e a santidade.”

 

 

Deixe uma resposta