“Ser sacerdote é uma graça, queridos irmãos, uma graça muito grande, que não se destina primariamente a nós, mas aos fiéis; e, para o nosso povo, é um grande dom que o Senhor escolha, dentre o seu rebanho, alguns que se ocupem das suas ovelhas, de forma exclusiva, como pais e pastores.” (Papa Francisco)

Na Catedral de São José em Itabuna, na noite de segunda-feira (03) às 18h foi celebrada a Missa dos Santos Óleos e da Unidade presidida pelo nosso Bispo Diocesano Dom Carlos Alberto dos Santos, contando com a participação do clero e de todo povo de Deus dessa igreja particular.

Essa celebração é nomeada de “Missa dos Santos Óleos” porque durante a mesma ocorre a benção dos óleos dos Catecúmenos e dos enfermos e a Consagração do Óleo do Crisma. Segundo a introdução do rito deste dia: “o Santo Crisma mostra aos cristãos, inseridos pelo Batismo no mistério pascal de Cristo, se tornam participantes do seu sacerdócio real e profético, e, pela Confirmação, recebem a unção espiritual do Espírito Santo que lhes é dado. Já o Óleo dos Catecúmenos, é ampliado o efeito dos exorcismos [do Batismo], pois que os batizando são fortalecidos para poderem renunciar ao demônio e ao pecado, antes de se aproximarem da fonte da vida e de nela renascerem.

O óleo dos enfermos, cujo uso é atestado por São Tiago, proporciona aos doentes o remédio para a alma e para o corpo, a fim de poderem suportar e superar com fortaleza os males e alcançarem o perdão dos pecados.”
Também é conhecida como “Missa da Unidade”, pois essa celebração é uma das principais manifestações da plenitude do sacerdócio do Bispo e expressão da união com os presbíteros que constituem o seu clero diocesano. Além disso, os sacerdotes renovam as promessas sacerdotais que fizeram no dia de sua ordenação presbiteral.

Em sua homilia, nosso Bispo Diocesano enfatizou que: “Devemos dar glória a Deus pela vocação e pela missão. Fazendo a vontade de Deus. Cada um na sua missão, cada um na sua vocação, cada um no seu batismo, cada um na sua consagração, sendo exemplo e testemunha de Jesus Cristo”.

A nossa catedral estava lotada de fiéis e também contamos com presença de todos os padres e diáconos das 33 paróquias e três quase-paróquias dos 19 municípios do sul da Bahia que constituem a Diocese de Itabuna.