Diocese de
Itabuna

Os Humildes e o Rei de Deus

Os Humildes e o Rei de Deus

Na decima quarta semana do tempo comum, o evangelho vem nos mostrar como Jesus realizava a sua missão e como enfrentava a rejeição de seu povo, parentes, amigos, sacerdotes e políticos de sua época. Jesus louva ao Deus Pai por revelar aos pequenos os seus prodígios e esconder dos sábios e entendidos por causa da dureza dos seus corações, e, Ele afirma que ninguém conhece o Pai a não ser o Filho enviado pelo Pai, Ele veio para todas as pessoas cansadas e fadigadas pelo peso do seu fardo, Jesus é manso e humilde de coração e nos dar o descanso merecido.
Com base na Lei de Moisés os sábios e entendidos deste período, atribuía ao povo grandes fardos a ser seguido de sua religião, com isso, deixava o povo cansados e aprisionados aos seus mandamentos, esgotados dessa religião que só os castigava viram em Jesus o enviado por Deus como o Salvador e libertador destes entendidos e doutores que só queria oprimir eles.
O evangelista (Mt 12, 7) nos lembra que “Quero misericórdia e não sacrifício” isso nos mostra que Jesus nos propõem uma relação com Deus e as pessoas mais suave e leve, mostrando que o Pai é diferente dos Doutores da Lei, que só os oprimiam. Jesus revela aos pequeninos que o Pai é misericordioso, é amor, paciência e compaixão e anda ao lado de cada um.
No século XXI em que vivemos não é diferente do período de Jesus, vivemos em uma sociedade de indecisões onde a corrupção, entendidos e doutores nos coloca grandes fardos para que possamos cumprir e com isso deixa uma sociedade, mais amargurada, sem esperança. E nós, o que estamos fazendo para mudar essa situação? Estamos reclamando ou seguindo os mandamentos de Jesus? Temos que encontrar na dor que o mundo nos esfola, a dor do próprio Deus Pai.

Texto: Tiago Souza Jornalista e Teólogo.

Curtam Nosso Facebook
Atendimento Cúria

De Segunda a Sexta 8:00h às 12:00h _ 14:00h às 18:00h Sábado 8:00h às 12:00h

R. Nações Unidas, 400 Itabuna - BA 45600-673 tel.:73 3211 3520