19 de março, Solenidade de São José.

Desde o dia 10 de março que as festividades aconteceram em homenagem ao padroeiro. E as homenagens chegaram ao fim nesta quinta-feira.
O tema central da festa foi:

“Senhor, que queres de mim?  E o lema: “Vem e segue-me”.

Mas neste ano, a comemoração do dia 19, que é o dia de São José, foi um pouco diferente. Pela primeira vez na história, a tradicional procissão não aconteceu. O Bispo, por meio de uma nota, informou que a procissão estava suspensa por conta da atual situação em que a região, o país e o mundo se encontram, por conta da expansão do novo coronavírus, a doença conhecida como Covid-19. Por medida preventiva, é recomendado que as pessoas evitem aglomerações para não correr o risco de ser infectado com o vírus. Para compensar a ausência da procissão, o número de missas aumentou.

A primeira missa do dia aconteceu às 7h, e depois com a presidência do bispo diocesano dom Carlos Alberto ás 10h. Aconteceram duas missas à tarde, nos horários de 15h e 17h.

Durante todo o dia, logo após uma missa e outra, o Santíssimo Sacramento foi exposto para os fieis, visitantes e paroquianos. Na missa das 15h, foi realizada uma procissão no interior da igreja com andor, flores e a imagem do santo.

Vale ressaltar que as missas aconteceram de forma mais rápida e foram transmitidas via internet para quem quisesse assistir de casa.

Na oportunidade, Dom Carlos, falou sobre as medidas que tiveram que ser adotadas para que os fieis pudessem continuar homenageando São José no seu grande dia:

“Diante da situação em que nós estamos vivendo, achamos por bem, diminuirmos o número de pessoas nas celebrações da missa, visto que, diante desta pandemia, já que tivemos que suspender a procissão, colocamos mais missas e diminuímos a quantidade de pessoas em cada missa. Assim sendo, pedi também que os idosos não viessem para as missas e que participassem pela televisão ou mesmo pelos meios de comunicação que transmitem as missas. As pessoas estão atendendo muito bem a esse pedido e nós estamos gratos. Isto é apenas um tempo, uma fase.

É para o bem maior do nosso povo, da nossa gente e para o bem maior da nossa saúde. Nós queremos vida, saúde e pessoas com alegria e não com tristeza. De tal forma que eu gostaria de dizer para o nosso querido povo: não tem problema não vir às missas, pode ficar tranquilo. Eu assumo a responsabilidade em dizer para você ficar em casa. Faça as suas orações em casa e participe também pelos meios de comunicação. Vamos rezar para que a saúde em todo mundo, de modo particular, em nossa região, não venha afetar tanto o quanto está afetando em outros ambientes. Veja que a coisa é séria e nós queremos, realmente, que eles se sintam felizes, realizados e não com doença, não com tristeza, mas com amor, muita alegria, muita fé, confiando nesse nosso padroeiro São José, para que ele interceda a Deus por todos nós, por nossas famílias, a fim de que essa pandemia não venha acontecer como em outros países”,

disse o Bispo.

Texto: Portal Católico

Fotos: Pascom

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu