Atendendo às normas do Direito Canônico e cumprindo sua vocação de pastor, o bispo da Diocese de Itabuna, Dom Carlos Alberto dos Santos, realizou uma visita pastoral à Paróquia Senhora Santana, em Floresta Azul, entre os dias 02 a 05/01/2020 de janeiro, juntamente com o padre Gilvan,  o Diácono Trajano, o pároco José Alberto e o Seminarista Diego. Fez visita aos doentes, celebrou todos os dias, visitou a comunidade dos Coquinhos, se reuniu com o Conselho pastoral e etc.

A visita pastoral é uma ação apostólica que o Bispo deve efetuar pela caridade pastoral que o apresenta em concreto como princípio e fundamento visível da unidade na Igreja particular. Para as comunidades e instituições que a recebem, a visita é um acontecimento de graça que de algum modo reflete aquela tão especial visita com a qual o supremo  pastor  (1 Pe 5, 4) e guardião das nossas almas (cf. 1 Pe 2, 25), Jesus Cristo, visitou e redimiu o seu povo (cf. Lc 1, 68).680

Na visita às paróquias, o Bispo procurará realizar, de acordo com as possibilidades de tempo e de lugar, os seguintes atos:

a) Celebrar a Missa e pregar a Palavra de Deus;
b) Administrar solenemente o sacramento da Confirmação, se possível durante a Missa;
d) Reunir-se com o Conselho Pastoral ou, se este não existir, com os fiéis (clérigos, religiosos, membros das Sociedades de Vida Apostólica e leigos) que colaboram nos diversos apostolados, e com as associações de fiéis;
e) Encontrar-se com o Conselho para os assuntos econômicos;
f) Ter um encontro com as crianças, os adolescentes e os jovens que percorrem o itinerário catequético;
g) Visitar as escolas e as outras obras e instituições católicas dependentes da paróquia;
h) Visitar, dentro do possível, alguns doentes da paróquia.

O Bispo poderá ainda escolher outras formas de estar presente entre os fiéis, tendo em conta os costumes locais e a oportunidade apostólica: com os jovens, por exemplo na ocasião de iniciativas culturais e desportivas; com os operários, para lhes fazer companhia, dialogar, etc.

Deixe uma resposta