• Província Eclesiástica de São Salvador da Bahia
  • Regional: Nordeste 3 (Sergipe e Bahia)

ESTRUTURA DIOCESANA

FORANIA — É um grupo determinado de paróquias dentro de uma mesma região. Cada forania é confiada a um vigário forâneo (título dado pelo bispo a alguns padres para atender a uma região dentro da própria diocese). Essa união de diversas paróquias mais próximas territorialmente favorece o trabalho pastoral mediante uma ação em comum. Os padres (vigários forâneos) são eleitos pelos representantes das paróquias ou por nomeação direta do Bispo por 2 anos, que por sua vez, representam aquele território, ou seja, a Forania junto ao Conselho Presbiteral.

PARÓQUIA — É uma comunidade dentro da Diocese entregue aos cuidados pastorais e administrativos de um presbítero que recebe o título de pároco. Antigamente eram chamada de “Freguesias”. Ele deve trabalhar em comunhão com a diocese, as lideranças pastorais e os demais fiéis batizados. Além do pároco, também vemos a atuação do vigário paroquial (sacerdote que o bispo diocesano nomeia para coadjuvar um pároco no exercício do seu ministério pastoral).

Bispo Diocesano

Dom Carlos Alberto dos Santos

Avenida das Nações Unidas nº 400, Centro Itabuna- BA  – CEP: 45600-124
Telefone: 3211-3520 (whatsapp empresarial)
Telefone: (73) 99986-2690
E-mail: domcarlos_alberto@hotmail.com
Expediente: De terça-feira à sexta-feira das 09h às 12h na Cúria Diocesana

Colégio dos Consultores

  • Pe. Weslei Conceição do Carmo
  • Pe. Manoel Carlos de Jesus Cruz
  • Mons. Moizés de Souza
  • Pe. Euvaldo Santana da Silva
  • Pe. Nicolau Klak
  • Pe. Gilvan de Oliveira Souza

Conselho Presbiteral

  • Pe. Acássio Alves da Silva
  • Pe. Adriano Fernandes Oliveira
  • Pe. Gilvan de Oliveira Souza
  • Pe. Euvaldo Santana da Silva
  • Pe. José Nunes Cardoso
  • Pe. José Roberto Araujo dos Santos
  • Pe. Manoel Carlos de Jesus Cruz
  • Mons. Moizés de Souza
  • Pe. Nerivaldo Santos de Azevedo
  • Côn. Nicolau Klak
  • Pe. Vinicius Pinheiro Mascarenhas
  • Pe. Wesley Conceição

    Vigário Geral: Côn. Nicolau Klak
    Economato: Pe. Gilvan de Oliveira Souza
    Vigário Judicical: Pe. Vinicius Pinheiro Mascarenhas
    Chanceler da Cúria: Pe. Nerivaldo Santos de Azevedo

Conselho de Pastoral

Pe. Acássio Alves da Silva – Coordenador Diocesano de Pastoral

Vigários Forâneos:

  • Padre Gilmar Oliveira Santos – Forania Centro
  • Padre José Nunes Cardoso – Forania Norte
  • Padre Vinicius Pinheiro Mascarenhas – Forania Sul

 

Comissão da Pastoral Presbiteral:

  • Pe. José Roberto Araújo dos Santos – Presidente
  • Pe. Elessandro Feitosa – Secretário
  • Pe. Gilmar O. dos Santos – Tesoureiro

 

 

Seção – CONSELHO DE PASTORAL

  • Pe. Acássio Alves da Silva — Coordenador Geral da Pastoral
    Coordenadores e suplentes das Pastorais, Serviços, Organismos, Movimentos e Associações diocesanas


ORIENTAÇÕES ACERCA DAS FUNÇÕES DO COORDENADOR DIOCESANO DE PASTORAL

O Coordenador diocesano de Pastoral é nomeado pelo bispo, após indicação do presbitério ou Assembleia diocesana, para auxiliá-lo na coordenação da pastoral da sua igreja Particular, estimulando a execução do plano pastoral e de iniciativas que concorram para a promoção

ATRIBUIÇÕES DO COORDENADOR DIOCESANO
1 – Atuar em comunhão com o bispo diocesano para animar, incenti- var e a articular as pastorais, movimentos, associações, serviços e organismo eclesiais em nível diocesano;
2 – Preparar e coordenar a Assembleia Diocesana;
3 – Organizar a pauta e articular o Conselho de Pastoral Diocesano;
4 – Coordenar as atividades do secretariado de pastoral se houver;
5 – Participar das reuniões das Foranias, vicariatos, regiões pastorais ou zonais da Diocese;
6 – Participar das reuniões com os Vigários forâneos ou episcopais;
7 – Animar a execução das prioridades e do plano de pastoral;
8 – Acompanhar as Escolas de Formação;
9 – Participar das reuniões e assembleias do Regional Nordeste-3 e Sub-Regional;
10 – Organizar o calendário anual das atividades pastorais diocesanas;
11 – Ter uma constante ligação com os vigários responsáveis pelas regiões pastorais e assessores eclesiásticos para favorecer ação evangelizadora em nível diocesano;
12 – Cuidar da animação das Comunidades

Fechar Menu